Resenha: O homem mais rico da Babilônia

Resenha: O homem mais rico da Babilônia
De George S Clason.

O Homem mais rico da Babilônia é um livro que ensina princípios básicos da riqueza, visando solucionar problemas financeiros que muitos possuem. O autor usa parábolas que ocorrem na Babilônia, cidade mais rica e próspera da época.

As soluções financeiras sugeridas no livro, por exemplo, como evitar a falta de dinheiro, como não desperdiçar recursos, a busca por conhecimento e informação ao invés de apenas lucro, renda futura, pontualidade no pagamento de dívidas, assim como nos tornarmos cada vez mais habilidosos e conscientes.

A história inicia com relato da vida de Bansir, um construtor de carruagens sonhador. Que se vê triste, pois mora na cidade mais rica e próspera da época, onde muitos ostentam riqueza mais não vê resultado do seu trabalho duro. Ele sabe que se continuar fazendo isso nunca será um homem de posses, com dinheiro, terras, animais e roupas finas.

Inconformado com a situação em que vivia, Bansir e seus amigos decidem procurar Arkad, amigo de infância que se tornou um homem de muitos bens, ficando conhecido como o mais rico da cidade.

Arkad se vê contente com a oportunidade de ensinar os amigos e decide repassar os conhecimentos que ele aprendeu com Algamish, conhecimentos estes que fizeram ele se tornar o homem mais rico da Babilônia.

As 7 soluções de Arkad para a falta de dinheiro:

I. Comece a fazer o seu dinheiro crescer!

Para cada 10 moedas que colocares na sua bolsa não tire mais do que nove, ou seja guarde 10% de tudo que receber.

II. Controlem os seus gastos!

Não confunda despesa necessária com desejos, todos os homens têm mais desejos do que podem satisfazer. Crie um controle do que realmente é necessário para ter um orçamento e não toque do 10% que engorda a bolsa, trabalhe com um orçamento específico, o orçamento ajuda a encontrar os vazamentos na bolsa.

III. Multipliquem seus rendimentos!

Ter dinheiro guardado é gratificante e satisfaz uma alma avarenta.

Como podemos fazer o dinheiro trabalhar para nós? Exemplo: O empréstimo que comprava bronze com o dinheiro concedido por Arkad e lhe devolvia com juros.

IV. Proteja seu tesouro contra a perda!

Segurança do capital aplicado, estudem os investimentos antes de investir, certifique-se que a pessoa tem histórico como bom pagador, não procurem grandes ganhos rápido, mas sim ganhos seguros, para não perder o dinheiro aplicado.

V. Façam do lar um investimento lucrativo!

O lar é um bem estável e valioso, isso reduzirá muito suas despesas. Tenha o seu próprio lar!

VI. Assegurem uma renda para o futuro!

A tendência é que todo o homem nasça, cresça e envelheça, dessa forma, é importante que o homem se prepare para a sua velhice.

VII. Aumente sua capacidade para ganhar!

Quanto mais conhecimento temos, mais capacidade temos de fazer dinheiro. Seja o melhor em sua profissão não importa qual seja. Troque informações com pessoas que fazem a mesma atividade, faça o seu trabalho sempre com excelência!

Arkad - O homem mais rico da Babilônia
"Se um homem tem sorte, não há como prever extensão possível de sua boa fortuna. Joguem-no no Eufrates, e ele se salvará a nado com uma pérola na mão."

No livro, conhecemos também a história de Nomasir e as 5 leis de ouro que foram ensinadas por seu pai Arkad, que são:

I. O ouro vem de bom grado e numa quantidade crescente para todo homem que separa não menos de um décimo de seus ganhos, a fim de criar um fundo para o seu futuro e o de sua própria família.

II. O ouro trabalha diligente e satisfatoriamente para o homem prudente que, possuindo-o, encontra para ele um emprego lucrativo, multiplicando como os flocos de algodão no campo.

III. O ouro busca a proteção do proprietário cauteloso que o investe de acordo com os conselhos de homens mais experimentados em seu manuseio.

IV. O ouro foge do homem que o emprega em negócios ou propósitos com que não está familiarizado ou que não contam com a aprovação daqueles que sabem poupá-lo.

V. O ouro escapa ao homem que o força a ganhos impossíveis ou que dá ouvidos aos conselhos enganosos de trapaceiros e fraudadores ou que confia em sua própria inexperiência e desejos românticos na hora de investi-lo.

Essas leis fizeram com que Nomasir se tornasse um homem rico, tal como seu pai, dessa forma ele retribuir o seu pai com muitos sacos de ouro por todos os conhecimentos repassados através destas leis.

​​"Na força de seus próprios desejos acha-se um poder mágico. Guie esse poder com o seu conhecimento das cinco leis de ouro e assim poderão compartilhar os tesouros da Babilônia.”

Assim como as histórias/ensinamentos de Arkad e  Nomasir, muitas outras parábolas são apresentadas durante o decorrer do livro, fazendo com que nós leitores possamos ter um amplo entendimento de como deve ser o nosso relacionamento com o trabalho e o dinheiro.

O livro é uma leitura obrigatória para todos aqueles que querem começar a entender sobre vida financeira, investimentos e o poder do trabalho. O simples fato de ser contado em parábolas ajuda muito na compreensão e faz com que nós possamos relacionar momentos do livro em nossas vidas pessoais.

“Os homens de ação são favorecidos pela deusa da boa sorte”

Gostou? Apoie o blog comprando o livro através do link abaixo.